Sonhos de Maribell

Um lugar onde a imaginação é o limite.

Indicação da Semana por Josy e Carol

Livro:

Sou Louco Por Você – Federico Moccia

Existem autores, que nos intrigam e nos levam a conhecer lugares e pessoas bastante pitorescas. Federico Moccia é um deles.
Na realidade, não sei se o que colocarei aqui será considerado uma resenha do livro.
Moccia tem um jeito todo próprio de traçar seus personagens, confesso que ele me surpreende.
A história gira em torno de um personagem central, Step, Stefano mais precisamente, ele teve uma desilusão amorosa (Babi), ama a quem deixou de amá-lo, se é que um dia o amou. Percebi que durante as histórias do Moccia e por já ter tido a oportunidade de conhecer alguns italianos, que eles têm características bem interessantes, são intensos, tem a força no olhar, um poder de seduzir, uma alma latina. Step é assim, é forte, intenso, sedutor, mas está profundamente magoado, a vida lhe pregou algumas peças. Porém, imagino que quando estamos magoados demais, às vezes pensamos muito, esquecemos de olhar ao nosso redor, deixamos escapar detalhes que fazem muita diferença. No meio de toda sua sina, surge um novo personagem Gin, que vai balançar suas estruturas, bagunçar seus pensamentos. Ela é a garota. Forte, divertida, relaxada e decidida.
Outros personagens compõem o entrelace da história, vidas cotidianas, problemas cotidianos, que muitas vezes, não nos damos conta, são seres humanos, em toda sua extensão, com acertos e com falhas, muitas falhas, mas não menos importantes, pois representam o universo ali construído.
Para mim a história não acabou. O livro deixa uma larga margem à imaginação, para alguns pode parecer frustrante, para outros a oportunidade de percepção, de continuidade, mil possibilidades, de um amor que trazemos dentro de nós, aquele que desejamos nunca ter fim.
Atualmente tenho ouvido algumas músicas e tem uma que encaixa direitinho nessa história, não só nessa, como muitas histórias com as quais é preciso recomeçar.
Eu particularmente adoro o grupo Roupa Nova, eles têm canções que falam de Amor, que fazem chorar e que tocam aos corações. E eu quero dividi-la com vocês. Quando se derem o prazer de ler essa história, terão a oportunidade de saber se estou certa ou não.
Eu já a dediquei a outra pessoa, que já se permitiu recomeçar.
Então dedico também a minha alfa, amiga de muitas horas, parceira de decisões, projetos. A você Mari, pelos momentos que ainda estão por vir.
E olha termine o livro. Vai valer muito à pena.

Começo, Meio e Fim – Roupa Nova

A vida tem sons que prá gente ouvir
Precisa entender que um amor de verdade
É feito canção qualquer coisa assim
Que tem seu começo, seu meio seu fim
A vida tem sons que prá gente ouvir
Precisa aprender a começar de novo
É como tocar o mesmo violão
E nele compor uma nova canção
Que fale de amor que faça chorar
Que toque mais forte esse meu coração
Ah coração se apronta prá recomeçar
Ah coração e esquece esse medo de amar de novo
A vida tem sons que prá gente ouvir
Precisa entender que um amor de verdade
É feito canção qualquer coisa assim
Que tem seu começo, seu meio seu fim
A vida tem sons que prá gente ouvir
Precisa aprender a começar de novo
É como tocar o mesmo violão
E nele compor uma nova canção
Que fale de amor que faça chorar
Que toque mais forte esse meu coração
Ah coração se apronta prá recomeçar
Ah coração e esquece esse medo de amar de novo – (6 vezes)

Sinopse:

“Uma deliciosa aventura com adversidades, surpresas e desafios.
Step volta à Roma depois de dois anos em Nova York, onde viaja para esquecer um grande amor. Tenta retomar a vida, encontrar amigos, arranjar um emprego, voltar a se relacionar com a família. Porém, ele logo percebe que algo mudou dentro de si, mas não sabe ao certo o que é.

Quando conhece Gin, uma garota de 19 anos, linda e irreverente, vê suas esperanças se renovarem e volta a acreditar que conseguirá se envolver e se apaixonar.

Mas não é fácil esquecer Babi e, quando se depara com ela, sente como se todo o seu mundo cambaleasse…

É uma história que prende a atenção do início ao fim, com situações como quando Step e Gin colocam um cadeado em um pilar de uma ponte famosa em Roma, na tentativa de eternizar o amor intenso que sentem um pelo outro.

É possível reviver a magia do primeiro amor? Será que conseguimos mudar o rumo de nossa própria história?”

Música:

Mean – Taylor Swift

Hoje em dia tudo é bullying. A pessoa manda o outro calar a boca e é bullying. Mas algumas pessoas não percebem que esse tipo de comportamento é, não só imaturo, mas também desrespeitoso para com aqueles que já sofreram ou sofrem essa covardia e indivíduos de seus círculos sociais próximos.
Apesar da canção não ter sido escrita para falar sobre o assunto – mas para Taylor Swift “dar o troco” nas pessoas que criticam sua voz e sua (in)capacidade de cantar -, gosto de como se encaixa na letra. Gosto também de que a música pode ser interpretada de várias maneiras; pode referir-se ao foco original da canção, a bullying e, se forçar um pouco a barra, até a um antigo amor.
Além disso, o clipe é simplesmente adorável. Combinando com o estilo da cantora, o vídeo é delicado, sutil e fofo. A menininha com o laço azul no vestido é uma das coisas mais fofas que eu já vi.

P.S.: Gente, só eu acho a Taylor tão fofinha que me divido entre ficar chocada e achar que não surte muito efeito quando ela xinga alguém?

Original:

You, with your words like knives
And swords and weapons
That you use against me
You have knocked me off my feet again
Got me feeling like I’m nothing

You, with your voice like nails
On a chalkboard
Calling me out when I’m wounded
You, pickin’ on the weaker man

Well, you can take me down
With just one single blow
But you don’t know
What you don’t know

Someday I’ll be living in a big, old city
And all you’re ever gonna be is mean
Someday I’ll be big enough
So you can’t hit me
And all you’re ever gonna be is mean
Why you gotta be so mean?

You, with your switching sides
And your wildfire lies and your humiliation
You have pointed out my flaws again
As if I don’t already see them

I walk with my head down
Trying to block you out
‘Cause I’ll never impress you
I just wanna feel okay again

I bet you got pushed around
Somebody made you cold
But the cycle ends right now
‘Cause you can’t lead me down that road
And you don’t know
What you don’t know

Someday I’ll be living in a big, old city
And all you’re ever gonna be is mean
Someday I’ll be big enough
So you can’t hit me
And all you’re ever gonna be is mean
Why you gotta be so mean?

And I can see you years
From now in a bar
Talking over a football game
With that same big loud opinion
But nobody’s listening
Washed up and ranting about
The same old, bitter things
Drunk and grumbling on
About how I can’t sing

But all you are is mean
All you are is mean
And a liar, and pathetic
And alone in life

And mean, and mean
And mean, and mean

But someday I’ll be living in a big, old city
And all you’re ever gonna be is mean
Someday I’ll be big enough
So you can’t hit me
And all you’re ever gonna be is mean
Why you gotta be so –

Someday I’ll be living in a big, old city
And all you’re ever gonna be is mean
Someday I’ll be big enough
So you can’t hit me
And all you’re ever gonna be is mean
Why you gotta be so mean?

Tradução:

Você, com suas palavras como facas
E espadas e armas que você usa contra mim
Você me tirou do chão de novo
Me fez sentir como se eu não fosse nada

Você, com sua voz como unhas em um quadro negro
Me desafiando quando eu estou ferida.
Você, aprontando com o mais fraco

Você pode me derrubar
Com apenas um simples golpe
Mas você não sabe
O que você não sabe

Algum dia eu estarei vivendo em uma grande e antiga cidade
E tudo que você será é mau
Algum dia eu serei grande o suficiente
Para que você não possa me atingir
E tudo que você será é mau
Por que você tem que ser tão mau?

Você, com suas duas caras
E suas mentiras “como um fogo incontrolável”* e sua humilhação
Você apontou os meus defeitos novamente
Como se eu já não os visse

Eu caminho com a minha cabeça baixa
Tentando me protege
Porque nunca vou te impressionar
Eu só quero me sentir bem de novo

Eu aposto em que você foi intimidado
Alguém te deixou frio
Mas o ciclo termina agora
Você não pode me levar por esse caminho

E você não sabe
O que você não sabe

Algum dia eu estarei vivendo em uma grande e antiga cidade
E tudo que você será é mau
Algum dia eu serei grande o suficiente
Para que você não possa me atingir
E tudo que você será é mau
Por que você tem que ser tão mau?

E eu posso te ver daqui a
Alguns anos em um bar
Falando sobre um jogo de futebol
Com aquela mesma opinião
Mas ninguém está ouvindo
Em decadência e discursando sobre
As mesmas velhas e amargas coisas
Bêbado e resmungando sobre
Como eu não sei cantar

Mas tudo o que você é é mau
Tudo o que você é é mau
E um mentiroso, e patético
E sozinho na vida

E mau, e mau
E mau, e mau

Mas algum dia eu estarei vivendo em uma grande e antiga cidade
E tudo que você será é mau
Algum dia eu serei grande o suficiente
Para que você não possa me atingir
E tudo que você será mau
Por que você tem que ser tão –

Algum dia eu estarei vivendo em uma grande e antiga cidade
E tudo que você será é mau
Algum dia eu serei grande o suficiente
Para que você não possa me atingir
E tudo que você será mau
Por que você tem que ser tão mau?

9 Respostas para “Indicação da Semana por Josy e Carol

  1. Mariana 11/08/2011 às 20:12

    Josy, como vai, flor?
    Adorei a indicação da semana. Já tinha visto esse livro algumas vezes nas livrarias, mas não tinha lhe dado tanta atenção. Pela sua crítica e pela sinopse, acho que a leitura vai ser tão agradável e divertida quanto você disse. Um romance é sempre bem vindo na vida de uma romântica de carteirinha🙂
    A letra da música é realmente linda, e amei ver você indicando para a alfa, admiro muito a amizade que vocês! Assim como o carinho que demonstram! Na verdade, admiro muito vocês duas! Não só por serem tão fofas conosco, mas também por terem tanta perseverança e serem tão talentosas!

    Carolzinha, como vai, querida?
    Tenho que confessar que não sou a maior fã na Taylor Swift como cantora, mesmo que a opinião de pessoas que conhecem melhor o seu trabalho é normalmente ótima, me guio pela minha amiga que me passou o vicio do “florzinha” e “querida”, ela ouve sempre as músicas da Taylor e ama.
    Enfim, o ponto é que: Eu adorei a letra da música, e concordo com você: ela se encaixa perfeitamente com o tema bullying. Achei legal você falar sobre isso, porque a ridicularização do que esse tema significa vem se tornando cada vez mais comum, o que, como você disse, é um completo desrespeito.
    Agora, Carol, eu corro um sério risco de começar a gostar do trabalho da Swift só por sua causa e da amiga florzinha. Kkkk

    Beijos para as duas,
    Mari n°2.

    • Carol Andrade 11/08/2011 às 21:03

      “Agora, Carol, eu corro um sério risco de começar a gostar do trabalho da Swift só por sua causa e da amiga florzinha.”
      Ah, nem estou me sentindo agora. *jogaocabelo*
      Eu e amiga florzinha arrasando. =P

      Rs. Eu, particularmente, não sou muito fã da voz dela – acho que ela não tem muito poder e destaque ao vivo -, mas gosto bastante das letras que ela escreve. Acho-a bem talentosa nesse quesito.

      Fico muito feliz por você ter gostado. Acho um absurdo a levianidade com que esse assunto é tratado; fico revoltada.

      Mari, adorei tanto o que você disse sobre a Mari e a Josy que tenho que repetir: “…admiro muito a amizade que vocês têm! Assim como o carinho que demonstram! Na verdade, admiro muito vocês duas! Não só por serem tão fofas conosco, mas também por terem tanta perseverança e serem tão talentosas!”
      Sério, não poderia ter dito melhor.

      Obrigada pelo carinho, Gasparzinha. =)

      Beijos.😉

    • Josy Luz 11/08/2011 às 22:46

      Oi Mariana, que bom que gostou!
      Quando leio um livro interessante gosto de dividir com vocês, e esse pelo menos pra mim, valeu muito a pena.
      Assim como tenho certeza absoluta que o livro da Mari, “Amor no Ninho” será o maior sucesso. Só vai depender de nós.
      Nossa amizade nasceu justamente, desse encontro de pensamentos, do respeito, da divisão. Ela se preocupa comigo, eu com ela, e assim vamos alicersando essa amizade.
      É tão bom ter e fazer amigos, sinceros e verdadeiros.

      Beijos

  2. Carol Andrade 11/08/2011 às 20:54

    Ahh, estou louca para ler os livros dele!
    Eles estão só me esperando… Só esperando minha “fila” diminuir um pouco.

    Amei o que você escreveu sobre o livro, Josy. Só me fez querer lê-lo ainda mais.
    E, baseando-me no que você escreveu, a música parece ter tudo a ver com a história. Não sou uma grande fã da banda, mas tenho que falar: Que fofinho!

    Além disso, adooro italianos. Bem, eu amo estrangeiros em geral, mas enfim… (Tomara que ninguém na minha escola leia isso, porque o que mais tem lá é estrangeiro >.<)
    Como você disse: "eles têm características bem interessantes, são intensos, têm a força no olhar, um poder de seduzir, uma alma latina". Adoogo!

    Minha indicação ficou quase ridícula perto do que você falou, mas enfim… =P

    Adorei, Josy!
    Parabéns pela indicação.

    Beijos.😉

    • Josy Luz 11/08/2011 às 22:50

      Vai por mim Carol!!!
      O olhar desses homens chegam a me assustar pela intensidade. Por isso é melhor evitar encarar, pra não se sentir despida. A impressão que dá é que tiram a nossa roupa, mas a que vestimos internamente.
      Mesmo assim, o Step, ui, vai fazer você suar. rsrsrsr

      Beijos

  3. maaribell 11/08/2011 às 22:49

    Jo,
    Amigo é aquele que apesar dos nossos defeitos, nos aceita e encoraja… Vc é assim, sabe o que tenho passado, sabe das minhas fraquezas e sabe o que me dizer com coragem e carinho. Obrigada. E desculpe se na minha fraqueza as vezes pareço egoísta ou pior, ingrata. Como vc me disse tão bem, temos que parar de olhar para nosso próprio umbigo, ou seja, parar de nos concentrar nos problemas, que perto das alegrias, é apenas um ponto escuro numa imensa folha branca.
    Obrigada pela linda resenha, e delicada, carinhosa e sincera dedicatória.
    Amo-te!
    Bjks,
    Mari

    • Josy Luz 11/08/2011 às 22:54

      Assim eu choro né amiga?
      Já sou chorona de natureza.
      Lembre-se nossa amizade estava escrita nas estrelas, só foi preciso estarmos no lugar certo na hora certa.
      Além disso temos um longo caminho a trilhar, plantamos a semente, ela está geminando, vai florecer, daqui a um tempo vamos colher.
      Reciproca verdadeira!
      Você mora no meu coração!

      Beijos

      Josy

  4. maaribell 11/08/2011 às 22:55

    Carol,

    Adorei a música! E a mensagem é super bem escrita, concordo contigo, a Taylor é uma excelente letrista e tem uma bela presença, apesar de ser uma intérprete mediana.
    Nesse mundo tão cheio de bullying mgs como essa, são sempre necessárias.
    You go, girl!
    Bjks,
    Mari

  5. Larissa Souza 13/08/2011 às 16:07

    Adorei as indicações . O livro deve ser muito bom , pela sipnose , e pelo autor , gosto muito das histórias dele!
    Eu gosto da Taylor , escreve e canta super bem (na minha opinião) , gosto da voz dela😉 E essa mensagem é realmnte ótima , pra vários pontos de vista😉
    Muito bom meninas , adorei as indicações !

    Beeijo .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: