Sonhos de Maribell

Um lugar onde a imaginação é o limite.

Indicação da Semana por Josy e Carol

Hi, ladies and gentlemen!

Não costumo fazer uma introdução antes das indicações dos meus críticos convidados, pois gosto de lhes deixar completamente a vontade e sem interferencias, mas dessa vez precisei abrir uma excessão.

A Josy e a Carol não combinaram os temas, ambas me enviaram as indicações em separado, na mesma semana, porém quando os li consecutivamente, fiquei parada durante algum tempo, pensando: “Coincidência?”

Cada vez mais, acredito que coicidências não existem, que apesar de sermos todos seres humanos com diferentes crenças ou opiniões, algo mais forte nos une e mantém conectados, como um gigantesco inconsciente coletivo, ou como preferir chamar.

Bem, leiam e me digam se estou enganada.

Bjks,

Maribell

PS: Josy e Carol, vocês me emocionaram profundamente. Obrigada pela experiência incrível de se revelarem, conhece-las melhor é um privilégio.

Olívia Heringer & Yahoo – De Volta Para O Amor

De Volta para o amor
Tô vivendo com uma sombra sobre mim
E uma nuvem no meu quarto de dormir
Tanto tempo sozinha
As vezes eu acho que a culpa é minha

Tenho andado atrás dos sonhos que eu criei
Tanto sentimento que desperdicei
Infinito momento
Perdido na esquina do pensamento

Tudo que eu queria era sentir de novo o amor
Eu daria tudo pra sentir de novo o amor

As estrelas se recusam a brilhar
Um minuto leva horas pra passar
Tô sentindo falta, a vida ficou muito chata e fria

Eu queria alguém que acendesse a luz
Com esse tipo de energia que seduz
E que mostre o caminho
Ninguém vive feliz sozinho

Tudo que eu queria era sentir de novo o amor
Eu daria tudo pra sentir de novo o amor
Se eu abrir o meu coração
Eu só te peço que não me detone outra vez

Tem momentos que eu não sei o que é real
Ou se alguém no mundo sente o que eu senti
Alguém de verdade, chega de sonho pela metade

Tudo que eu queria era sentir de novo o amor
Eu daria tudo pra sentir de novo o amor

E se eu abrir o meu coração
E minha alma te convidar
Todo cuidado pra não ferir
Não jogue meus sonhos fora outra vez

De volta para o amor …
(Acho que essa música tem tudo haver com a história, com Ivy e Tristan.)

Coleção: Beijada Por Um Anjo

São três livros em um. Na verdade 757 páginas se a história estivesse em um único volume, faço essa observação, porque para mim se tivesse comprado apenas o volume 1, me sentiria um tanto quanto frustrada, porque não existe um fechamento de um livro para o outro, na verdade um pede o outro imediatamente. A história segue até o 3º volume. (a dica é essa).
Temos aqui uma história de amor um tanto quanto diferente, a gente sempre espera que o mocinho termine com a mocinha, não é mesmo?
Bem, mas como o próprio título sugere. Alguém foi beijado por um anjo… E quem seria esse anjo?
Tristan é o personagem que vai virar anjo, inicialmente, ele é um garoto como outro qualquer, hummm, nem tanto, sua descrição deixa as garotas a suspirar, é o atleta da escola, no entanto apesar de todas as garotas caírem aos seus pés Tristan, só tem olhos para quem não o enxerga. Ivy Lyons. Ivy é uma garota que vive no mundo da lua, é uma sonhadora e acredita em anjos, que eles a ouvem e a protegem dos perigos. Tristan por sua vez, é o campeão de natação da escola, todos o adoram, ele vive batendo recordes, tem um excelente coração, mas acredita no aqui e agora.
Tristan faz de tudo para ter a atenção de Ivy, serão os momentos mais engraçados da história, ele e Philip o irmão mais novo de Ivy, criam as situações mais inusitadas.
Porém como toda história que se preza, existem acidentes, problemas, e suas consequências. Acidentes acontecem… Será?
Ivy morava com a mãe e Philip, ele é um garoto perspicaz e muito inteligente, um personagem muito interessante. Sua mãe se casa novamente, transformando o mundo de Ivy e de Philip completamente. Com o casamento de sua mãe, Ivy e Philip, ganham um irmão, o charmoso Gregory.
É preciso ter atenção ao iniciar a leitura dessa trilogia, pois os acontecimentos futuros são relatados logo no início, e os atuais se misturam.
Não gosto muito de falar da história em si, acho que perde o encantamento. O que posso dizer é que Tristan é um rapaz excepcional e será um anjo em conflito, não tem como não adorá-lo. Ele tem uma missão a cumprir.
A mensagem que acredito que a história nos trás e que nem tudo que pensamos que é para o mal, é realmente. E que nem todas as pessoas que imaginamos conhecer. Conhecemos. Elas podem nos surpreender. Porém, precisamos estar sempre atentos aos sinais a nossa volta. Uma coisa que eu tenho em mente, é que precisamos nos permitir. Mesmo que se diga o contrário, a vida nos foi dada, para que possamos experimentar e aprender com as experiências; sejam elas boas ou ruins.
O importante nessa vida é sonhar, acreditar no sonho e torná-lo realidade.
Josy Luz

Beijada por um anjo
Vol. 1 – Uma inesquecível história de amor e suspense.
“Ivy acreditava e confiava nele como jamais tinha confiado em alguém. Um dia criaria coragem para dizer, com todas as letras, eu te amo Tristan.”
Vol.2 – A força do amor
“Sei que o perdi… Tristan está morto. Jamais poderá me abraçar novamente. O amor termina com a morte.” Ivy
Vol.3 – Almas gêmeas
“Rezei para ter mais uma chance com você, para dizer o quanto te amo e para dizer que vou continuar te amando.” Tristan

Música: Bye Bye – Mariah Carey

Não sou muito fã da Mariah Carey. Apesar de apreciar sua voz e admitir que ela tem potência, acho que ela grita demais e que passa (ou tenta passar) uma imagem sem qualquer coerência com sua idade e tipo físico.
Mas tenho que fazer uma exceção para essa música. Não apenas por causa de ritmo calmo e letra tocante (e porque o vídeo realmente ficou muito bonito, mesmo que ela esteja usando uma camiseta baby doll e uma mini saia jeans com um salto gigante nada a ver com nada e que ela tenha tenha tentado mostrar o quão sexy e poderosa ela é em um vídeo de uma música tão inocente. Ok, eu sei que ela tenta demonstrar que, apesar do sucesso e todo o mais, ela ainda sente a falta de quem se foi, mas acho ficou muito exagerado), mas porque essa canção tem um significado especial para mim.
Bem, não quero entrar em muitos detalhes, pois essa é uma história muito pessoal e não acho legal expô-la na internet assim. Mas posso dizer o seguinte:
Houve um… Acidente na minha vida; um acidente que está relacionado à música Evan Way, que eu já indiquei aqui no blog. Esse acidente mudou para sempre a minha vida e a vida da minha família e dos meus amigos. Por consequência desse acidente, minha avó veio a falecer. Ela era uma das pessoas que eu mais amava no mundo, e provavelmente era o meu membro da família preferido (que meus pais não me ouçam).
Ela era carinhosa, amorosa e tinha um coração do tamanho do Universo; era forte, delicada, corajosa – além de ter sido uma ótima mãe, esposa e avó. Ela era aquele tipo de pessoa que você simplesmente não conseguia evitar amar. Até pessoas que conviveram pouco com ela sentem sua falta até hoje, após mais de 5 anos, e dizem que ela era um verdadeiro anjo.
Ela iria fazer de tudo para ajudar todos que pudesse ajudar; sempre iria lhe dar sábios conselhos e ouvir e julgar – mas nunca de maneira acusatória. Ela iria fazer você se senitr acolhida e amada, sempre lá para lhe dar carinho e te abarçar em todos os momentos… E isso não chega nem perto do quão maravilhosa, sincera, honesta e divertida ela era. Até hoje não assimilo completamente que ela se foi.
E, bem, como sou ateia, não acredito em que ela tenha ido para o Céu ou em que tenha reencarnado, mas realmente espero que a memória dela seja preservada para sempre e durante todas as seguintes gerações da família (ou pelo máximo de tempo possível).

E eu me arrependo de não ter dito a ela o quanto eu a amava e o quanto ela era especial para mim enquanto pude. Quando ela morreu, eu ainda era muito infantil e boba, e acho que isso foi um dos fatores que fizeram eu me tornar uma pessoa tão madura, séria e responsável. Agora é tarde demais para dizer isso a ela, mas eu sempre levarei seu rosto e suas lembranças na minha mente e no meu coração… Até o dia em que me juntar a ela.

Original:

This is for my peoples
Who just lost somebody
Your best friend, your baby
Your man, or your lady

Put your hand way up high
We will never say bye

Mamas, daddies, sisters,
Brothers, friends and cousins
This is for my peoples
Who lost their grandmothers

Lift your head to the sky
‘Cause we will never say bye

As a child
There were the times
I didn’t get it
But you kept me in line

I didn’t know why
You didn’t show up sometimes
On Sunday mornings and I missed you
But I’m glad we talked through

All the grown folk things
Separation brings
You never let me know it
You never let it show because
You loved me and obviously
There’s so much more left to say
If you were with me today
Face to face

I never knew I could hurt like this
And everyday life goes on like
I wish I could talk to you for a while
Miss you but I try not to cry
As time goes by

And it’s true that
You’ve reached a better place
Still I’d give the world
To see your face
And be right here next to you
But it’s like you’re gone too soon
Now the hardest thing
To do is say bye bye

(Bye bye [12x])
Bye bye

You never got the chance
To see how good I’ve done
And you never got to see
Me back at number one

I wish that you were here
To celebrate together
I wish that we could spend
The holidays together

I remember when you used
To tuck me in at night
With the Teddy Bear you gave me
That I held so tight

I thought you were so strong
You’d make it through whatever
It’s so hard to accept the fact
You’re gone forever

I never knew I could hurt like this
And everyday life goes on like
I wish I could talk to you for a while
Miss you but I try not to cry
As time goes by

And it’s true that
You’ve reached a better place
Still I’d give the world
To see your face
And be right here next to you
But it’s like you’re gone too soon
Now the hardest thing
To do is say bye bye

(Bye bye [12x])
Bye bye

This is for my peoples
Who just lost somebody
Your best friend, your baby
Your man, or your lady

Put your hand way up high
We will never say bye

Mamas, daddies, sisters,
Brothers, friends and cousins
This is for my peoples
Who lost their grandmothers

Lift your head to the sky
‘Cause we will never say bye

I never knew I could hurt like this
And everyday life goes on like
I wish I could talk to you for a while
Miss you but I try not to cry
As time goes by

And it’s true that
You’ve reached a better place
Still I’d give the world
To see your face
And be right here next to you
(But it’s like you’re gone too soon)
Now the hardest thing
To do is say bye bye

It’s hard to say bye bye
Bye bye
Bye bye

So, come one,
Somebody sing with me
(Something I could not understand)

This is for my peoples
Who just lost somebody
So this is for everybody

Just put your head to the sky
‘Cause we will never say bye bye

Tradução:

Isso é para as pessoas
Que já perderam alguém
Seu melhor amigo, seu filho
Seu homem ou sua mulher

Coloque suas mãos bem para cima
Nós nunca diremos adeus

Mães, pais, irmãs
Irmãos, amigos e primos
Isso é para as pessoas
Que perderam suas avós

Levante sua cabeça ao céu
Porque nunca diremos adeus

Enquanto criança
Houve tempos em que
Não compreendia,
Mas você me mantinha na linha

Eu não sabia por que
Você não aparecia às vezes
Aos domingos de manhã e eu sentia sua falta
Mas estou feliz que conversamos sobre isso

Todos aqueles problemas de gente grande
Que separações trazem
Você nunca me deixou saber
Você nunca demonstrou
Porque você me amava e obviamente
Há muito ainda o que dizer
Se você estivesse aqui comigo hoje
Cara a cara

Eu nunca soube que eu podia me machucar tanto
E a cada dia que a vida passa
Eu queria poder falar com você por um tempo
Sinto saudade, mas tento não chorar
Enquanto o tempo passa

E é verdade que
Você alcançou um lugar melhor
Ainda assim eu daria o mundo para ver seu rosto
E estar bem a seu lado
Mas é como se você tivesse ido cedo demais
E agora a coisa mais difícil
De fazer é dizer adeus

Você nunca teve a chance
De ver o quão bem eu me saí
Você nunca chegou a me ver
De volta em primeiro lugar

Eu queria que você estivesse aqui
Para celebrarmos juntos
Eu queria que pudéssemos passar
Os feriados juntos

Eu me lembro de quando você costumava
Me embalar para dormir
Com o ursinho de pelúcia que me deu
Que eu abraçava bem forte

Eu achava que você era tão forte
Que iria passar por qualquer adversidade
É tão difícil aceitar o fato de que
Você se foi para sempre

Eu nunca soube que eu podia me machucar tanto
E a cada dia que a vida passa
Eu queria poder falar com você por um tempo
Sinto saudade, mas tento não chorar
Enquanto o tempo passa

E é verdade que
Você alcançou um lugar melhor
Ainda assim eu daria o mundo para ver seu rosto
E estar bem a seu lado
Mas é como se você tivesse ido cedo demais
E agora a coisa mais difícil
De fazer é dizer adeus

Isso é para as pessoas
Que já perderam alguém
Seu melhor amigo, seu bebê
Seu homem ou sua mulher

Coloque suas mãos bem para cima
Nós nunca diremos adeus

Mães, pais, irmãs,
Irmãos, amigos e primos
Isso é para as pessoas
Que perderam suas avós

Levante sua cabeça ao céu
Porque nunca diremos adeus

Eu nunca soube que eu podia me machucar tanto
E a cada dia que a vida passa
Eu queria poder falar com você por um tempo
Sinto saudade, mas tento não chorar
Enquanto o tempo passa

E é verdade que
Você alcançou um lugar melhor
Ainda assim eu daria o mundo para ver seu rosto
E estar bem a seu lado
Mas é como se você tivesse ido cedo demais
E agora a coisa mais difícil
De fazer é dizer adeus

6 Respostas para “Indicação da Semana por Josy e Carol

  1. maaribell 30/09/2011 às 01:49

    Querida, Beta!
    Sim, vamos continuar sonhando e realizando muitos sonhos que ainda virão…

    Querida Carol,
    Acho que entendo como se sente. Minha avó é uma eterna saudade em minha vida, não é a toa que dediquei a ela Amor no Ninho.

    • Carol Andrade 30/09/2011 às 16:02

      Isso me faz sentir um pouco menos sozinha.
      Olha, Mari, sem querer competir, mas, se a sua avó foi um pouco parecida com a minha, entendo perfeitamente como você deve sentir falta dela.

  2. Mariana 30/09/2011 às 13:50

    Gêmea, como vai, flor?
    Bem, primeiro eu tenho que te agradecer por ter compartilhado tudo isso conosco. Em segundo, estou aqui quase chorando, sua história por si só me deixou com o coração apertado. Queria ter conhecido sua avó.
    Tenho esse sentimento ao meu avô, mesmo ele tendo falecido quando eu só tinha quatro anos, a idade é o de menos quando a pessoa é querida, não é mesmo?
    A letra da música é linda!

    Josy, tudo bem?
    Já li o primeiro livro dessa série, me apaixonei incondicionalmente pelo Philip (Como não?!) e chorei horrores, mas a TPM também não deve ter ajudado em manter meu “equilíbrio” emocional. Concordo que o livro não tem um fim bem definido, no entanto eu nunca me interessei muito por ler a continuação, mas acho que (Surpresa!) agora vou tentar pegar emprestado o segundo com a minha amiga🙂
    Isso, depois de ler Amor no Ninho, lógico! Kkkk Os porteiros do meu prédio ‘tão pra me matar porque todo dia na hora do almoço e à tarde eu pergunto :} Mas quer saber? Não paro enquanto não tiver com ele em minhas mãos!

    Beijos,
    Mari.

    PS: Quase ia esquecendo! Carol, eu fiquei co muito medo agora, na verdade eu fiquei apavorada! Como assim você também é ateia????

    • Carol Andrade 30/09/2011 às 16:14

      Gêmea, eu que agradeço pelas palavras sinceras e gentis sobre a música e a minha história. Olha, tenho certeza de que você teria amado a minha avó se a tivesse conhecido.
      Olha, para você ter uma ideia, quando estou lendo os livros da série House of Night e a vovó Redbird aparece, sinto um aperto de saudade, dor e felicidade no peito, porque me lembro imediatamento da minha avó.

      Gêmea, sério, estou ficando assustada. Ok, mentira. Já estou assustada há bastante tempo. Não param de aparecer semelhanças entre a gente!
      Menina, nós fomos separadas na maternidade. Ou somos frutos de inseminação artificial e temos o mesmo pai. Ou alguma outra coisa. Não é possível que sejamos tão parecidas (estou tão chocada que estou até escrevendo formalmente, usando a primeira pessoal do plural)! O.O

      Ok, vou voltar a fazer meu dever de casa antes que me dê a louca e eu vá até Brasília para tirar a prova de que nós não somos parentes de verdade. =P

      Beijos.😉

  3. Josy Luz 30/09/2011 às 14:43

    Oi pessoal!
    Eu ia responder a minha alfa, a Carol, a Mariana, porém optei por comentar assim…
    Bem a Mari já me conhece, pelo menos imagino que mais um pouco hoje do que ontem.. sabe que sou uma pessoa meio visceral e emotiva ao extremo, as vezes não gosto muito desse meu lado de chorar bicas, como agora. rsrsrs
    Fiquei emocionada. Realmente eu não acredito em coincidências e sim em situações e momentos. Onde cada um tem sua missão a cumprir, seja ela em que tempo for, e as pessoas com as quais conhecemos ao longo da nossa jornada, cada uma a seu tempo são como sementes que plantamos, umas florecem mais rápido outras nem tanto e algumas nem chegam a germinar.
    Diferente da Carol e da Mariana, eu não poderia me considerar Ateia. Diante de um Universo tão grande, da diversidade de espécies, divergências, diferenças, encontros, desencontros, doenças, catastrófes, beleza… diante do sol, da chuva, das pessoas, pais, filhos, irmãos, amigos e até os que consideramos inimigos… do Amor, da solidariedade, dos sinais, dos entes queridos que aqui estão e do que já partiram… se eu não acreditasse que existe alguma força que rege esse Universo, o que seria de mim…de nós…
    Assim como você Carol, tenho entes queridos que não estão mais aqui, entre eles meu pai e minha mãe e eu acredito que eles estão colhendo o fruto que aqui plantaram em algum lugar desse Universo, onde no momento eu não consigo alcançar, mas posso me permitir, sentir e perceber e agradecer todos os momentos e as oportunidades em que nos foi permitido estar juntos.
    Eu acredito que sua vó está num lugar maravilhoso, pois ela semeiou o amor.
    Acreditar em um ser superior que organize essa bagunça que fazemos, é consolador e para mim, trás paz ao meu coração.
    Eu adoro fazer amigos, vocês são as flores do meu jardim.
    Mari querida, você é como uma irmã, espero que saiba disso.
    Abraços carinhosos…

    • Carol Andrade 30/09/2011 às 16:06

      É, Josy. Depois dessa declaração, entendo por que a maioria das pessoas, mesmo que eu não concorde, acredita em Deus ou em alguma força maior que rege o Universo.

      Confesso que fiquei um pouco hesitante em ler esses livros. Pela sinopse e agora pela sua indicação, não me pareceu uma história muito feliz, apesar de muito bonita, e eu realmente não gosto de comprar um livro sabendo que vou chorar. Mas vou considerar a possibilidade; gosto de lindas e emotivas histórias de amor, mesmo não sendo muito romântica.

      Obrigada pelas palavras, Josy. Eu não poderia ter dito melhor.

      Beijos.😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: